Grupo de Trabalho

GT Saúde

O Grupo de Trabalho Saúde reflete o estabelecimento de parcerias e de pactuações entre os municípios na busca pelo atendimento pleno da população, desde a implantação do Sistema Único de Saúde - SUS, com a Lei nº 8.080 de 08/09/1990. 

O grupo reúne Secretários Municipais de Saúde para discutir as Políticas Regionais de Saúde no âmbito dos sete municípios consorciados, com o objetivo de discutir a integração regional da rede de serviços e de equipamentos de saúde existentes na região do ABC, pactuando a gestão compartilhada do Sistema Único de Saúde – SUS, tendo como base os Planos Municipais de Saúde e o Plano Estadual de Saúde. 

Durante os encontros são debatidos os desafios e o co-financiamento da saúde na região, bem como a operacionalização de ações e de serviços, procurando assegurar a universalidade da saúde, a integralidade da assistência e a equidade de acesso às ações e aos serviços de saúde. Além disso, o Grupo de Trabalho Saúde é um espaço de articulação entre os gestores municipais para definir posicionamentos regionais na relação com os representantes do Estado na Comissão Intergestores Regional - CIR. Bem como a sugestão de campanhas publicitárias regionais de saúde para promover políticas públicas de prevenção, proteção e vigilância que objetivem a conscientização da população.

Ações e Conquistas

2000 
– Conclusão das obras de Construção do Hospital Estadual Serraria, em Diadema
– Implantação do Programa de Assistência Farmacêutica em Saúde Mental

2001 
– Construção do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André

2002 
– Conclusão da 2ª fase do Hospital Mário Covas 

2004 
– Implantação do Núcleo de Treinamento para profissionais de saúde da região do Grande ABC
– Ativação da sala cirúrgica/emergência, no Hospital Dia e de leitos de UTI do Hospital Serraria
– Implantação do serviço de cirurgia cardiovascular (cateterismo cardíaco), da UTI coronária e da ressonância magnética do Hospital Mário Covas
– Ações conjuntas dos municípios no combate à dengue

2005 
– Implantação do Programa de Assistência Farmacêutica em Saúde Mental 
– Discussão dos Protocolos do DOSE CERTA de Saúde Mental, na Comissão Intergestores Regional (CIR)
– Elaboração de projeto de parceria do Consórcio com Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde e Faculdade de Medicina do ABC, para o fortalecimento do SUS na região 
– Discussão sobre a estadualização do Hospital Nardini de Mauá
– I Encontro Regional do Projeto de Fortalecimento da Gestão do SUS na Região do ABC 
– Seminário sobre Consórcios Intermunicipais de Saúde e a Lei nº 11.107/2005, realização pelo Ministério de Saúde em Brasília 

2006 
– Realização de visitas às Centrais de Regulação dos municípios da região
– Tratativas entre GT Saúde e Vigilância Epidemiológica da DIR para estabelecimento de fluxo de realização de biopsias hepáticas
– Pólo de Capacitação de profissionais na área da Saúde Mental da região do Grande ABC
– Apresentação de Trabalho na I Expogest – Mostra Nacional de Vivências Inovadoras de Gestão do SUS – Atuação do Grupo Técnico de Saúde no Consórcio Intermunicipal da Região do Grande ABC 

2006/2007 
– Formalização do Pacto da Saúde e Criação da Comissão Intergestores Regional

2007 
– Criação da Região de Saúde do ABC em consonância com o Pacto pela Saúde
– I Encontro Regional de Saúde Mental
– II Encontro Regional de Zoonoses 
– Formalização do Mapa de Oncologia, pactuado com a Fundação Oncocentro de São Paulo – FOSP

2010
– Planejamento Regional Estratégico do Consórcio 2011/2020 – Eixo de Atuação Saúde

2011 
– Instituição da Rede Regional de Saúde do ABC (RRAS 01)
– Realização de Conferências Municipais de Saúde para preparação dos Planos Municipais de Saúde 

2013 
– Elaboração do Plano Plurianual Regional Participativo 2014-2017

2015
– Início das atividades regionais da Campanha Regional de Combate ao Mosquito da Dengue 

2016
– I Mutirão da Campanha Regional de Combate ao Mosquito da Dengue 
– II Mutirão da Campanha Regional de Combate ao Mosquito da Dengue 
– Campanha publicitária de conscientização sobre a gripe Influenza A 
– Implantação da Sala de Situação de Arboviroses 
– Avaliação dos Planos Municipais de Contingência 2015/2016 para combate à dengue e orientações para a elaboração dos Planos Municipais de Contingência de Arboviroses 2017

 

Sala de situação regional de arboviroses

A Sala de Situação é um grupo permanente, que se reúne mensalmente, desde de 2011. Foi criada pela Secretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo para atender ao Plano de Enfrentamento da Dengue. A partir de dezembro de 2015, passou a se reunir na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, com o Grupo Temático de Monitoramento Dengue/ H1N1, composto pelos mesmos participantes para tratar do tema, otimizando o trabalho das equipes municipais com a junção dos calendários. Composta por equipes de técnicos municipais da saúde, especialmente da vigilância em saúde (epidemiológica e sanitária); e estaduais, como o Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE), Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) e o Instituto Adolfo Lutz). 

Em função do surgimento de casos de zikachikungunya, febre maculosa, entre outras doenças, na região, a partir de julho de 2016, passou a ser denominada Sala de Situação de Arboviroses, com objetivo de compartilhar dados para o planejamento de metas e estratégias no combate ao mosquito Aedes aegypti. Além do acompanhamento e criação de ações regionais, bem como a orientação dos gestores e profissionais da saúde quanto às medidas de prevenção.

 

Grupos Temáticos de Monitoramento Dengue e H1N1

Em períodos epidêmicos, por decisão do Grupo de Trabalho Saúde, são criados Grupos Temáticos. Esses grupos temporários são formados por técnicos municipais que integram a Sala de Situação. 

Quando constituídos, reúnem-se semanalmente para monitoramento e para proposição de ações conjuntas, como bloqueios; visitas casa-a-casa; ações regionais e campanhas publicitárias de esclarecimento, visando a integração de atuação das Secretarias de Saúde; eliminação dos focos de epidemia; nebulização as áreas de infestação; e troca de experiências e informações.

Ações e Conquistas

2011 
– Criação da Sala de Situação

2015 
– Criação do Grupo Temático de Monitoramento Dengue

2016 
– Criação do Grupo Temático de Monitoramento H1N1
– Proposta de avaliação dos Planos Municipais de Contingência e de padronização de dados 
– Avaliação conjunta dos Planos Municipais de Contingência para enfrentamento do mosquito Aedes aegypti 
– Elaboração do Plano Regional de Contingência para Enfrentamento das Arboviroses

 

Grupo Temático Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

O Grupo Temático Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora foi criado pelo Grupo de Trabalho Saúde, em setembro de 2016, com intuito de desenvolver um projeto regional de prevenção de acidentes de trabalho, essencialmente nos membros superiores. Esses acidentes geram sequelas incapacitantes para o exercício de atividades laborais e sociais, impactando na saúde, previdência social, indústria, comércio e serviços.

As ações desenvolvidas pelo grupo temático Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora visa diminuir o número de acidentes e doenças do trabalho nas sete cidades, reduzindo os afastamentos e processos trabalhistas, além de aumentar a qualidade de vida no ambiente de trabalho, suprir as deficiências das empresas quanto às informações para melhoria e propor medidas protetivas contra acidentes. 

A proposta, realizada pelos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CERESTs), em parceria com a Central Única dos Trabalhados (CUT) Regional ABC, prevê a organização, a sensibilização, a realização de campanha e o monitoramento de resultados, visando à redução desses acidentes na Região do ABC.