Notícias

Treinamento no Consórcio apresenta resposta a emergências e regulamentos de produtos perigosos

Evento organizado por subcomissão sobre o tema no ABC contou com apresentação detalhada da Associação Brasileira da Indústria Química

19/01/2017

O primeiro treinamento regional sobre o atendimento a emergências com produtos químicos, promovido nesta quinta-feira (19), apresentou informações detalhadas sobre perigos e riscos de diferentes materiais e regulamentos de transporte. O evento, realizado na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, contou com organização da Subcomissão Regional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos da Região do Grande ABC (SRP2R2 ABC).

Como referência para o assunto, o treinamento utilizou o manual elaborado pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). O assessor de Assuntos Técnicos da entidade, Willian Katsuhiro Matsuo, explicou que o livro pode ser utilizado como um guia de como se deve agir em caso de acidente e quais as precauções na hora de transportar os produtos.

“O manual contém a resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres sobre o tema, além de orientações da Organização das Nações Unidas e dos departamentos de Transporte de países como Estados Unidos, Canadá, México e Argentina. É uma ferramenta sobre como identificar os produtos químicos, adotar procedimentos seguros e acionar os mecanismos de precaução diante de emergências”, afirmou Matsuo.

Ao longo do treinamento, o assessor de Assuntos Técnicos esclareceu que medidas devem ser tomadas desde o início de uma emergência e durante o atendimento, precauções iniciais, comunicação das informações e ações de proteção das pessoas envolvidas e do público.

Lançado em 1989, o manual da Abiquim é adotado como referência pelo Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Rodoviária, Defesa Civil, órgãos de Meio Ambiente, Saúde e equipes de atendimento a emergências. O conteúdo pode ser baixado gratuitamente na internet por meio de um aplicativo para telefone celular.

Apesar de contar com mais de 300 páginas de informações, o livro não substitui a experiência e a vivência dos profissionais que atuam na área, disse Matsuo. O manual, no entanto, fornece recomendações para controlar acidentes em seus primeiros minutos, até a chegada de uma equipe especializada, evitando riscos e a tomada de decisões incorretas.

O secretário executivo do Consórcio, Fabio Palacio, destacou a importância do treinamento para as sete cidades, devido ao fluxo de produtos perigosos movimentados pelas indústrias químicas da região. “O Grande ABC representa quase 14% da indústria química nacional. Portanto, treinar as nossas equipes de segurança, sejam elas Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, entre outros, é fundamental para a segurança da nossa população”, afirmou.

Instalada em novembro, durante a assembleia mensal de prefeitos do Consórcio, a Subcomissão Regional P2R2 ABC conta com representantes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, polícias Ambiental e Rodoviária Federal e Estadual, Comitê de Fomento Industrial do Polo Grande ABC (Cofip), Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de integrantes dos Grupos de Trabalho da entidade regional.

Tags

P2R2