Notícias

Seminário no Consórcio aponta que racismo motiva intolerância com religiões de matriz africana

Palestrante Sidnei Barreto Nogueira diz que as religiões de matriz africana são as que mais sofrem com preconceito e racismo

30/11/2017

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC, por meio do GT Igualdade Racial, promoveu nesta quinta-feira (30), no auditório da entidade regional,  o Seminário Intolerância Religiosa: Uma manifestação de preconceito.

O palestrante Sidnei Barreto Nogueira iniciou a sua explanação destacando a origem das religiões de matriz africana, a partir da realidade da África até a chegada das mesmas ao Brasil, com o movimento escravista. Segundo ele, o processo de conhecimento das origens é fundamental para que as pessoas possam promover o respeito a essas religiões.

O professor e estudioso Sidnei Nogueira apresentou dados de denúncias de intolerância religiosa. Para ele, com base nos números, é fácil concluir que as religiões de matriz africana e católica são as que mais sofrem com atos intolerantes.

No que tange às religiões de matriz africana, a intolerância, na visão do palestrante, é uma manifestação de racismo e preconceito porque as pessoas julgam a partir de suas visões de mundo. “A superação da situação de intolerância religiosa perpassa pelo conhecimento e pelo enfrentamento ao racismo”, destacou.

Tags

GT IGUALDADE RACIAL