Notícias

Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Ministério das Cidades aprova R$ 5 milhões para projeto do CCO Regional do Consórcio

19/03/2018

O presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e o ministro das Cidades, Alexandre Baudy, firmaram no sábado (17), a autorização para o repasse de R$ 5 milhões provenientes da pasta para o projeto executivo do Centro de Controle Operacional (CCO), desenvolvido pela entidade regional.

O recurso para o projeto do CCO foi anunciado em 2013, pela então presidente Dilma Rousseff. Deste então, o Consórcio vem trabalhando para destravar o repasse por meio de tratativas junto ao Ministério das Cidades.

“Este recurso será de extrema importância para que o Consórcio Intermunicipal continue desenvolvendo projetos voltados à mobilidade urbana, como o nosso Centro de Controle Operacional. O ABC é uma das maiores regiões do País e, por isso, precisa de projetos e planejamento para que as pessoas tenham um transporte público melhor. Ao longo dos anos se investiu muito em subsídios para a indústria de automóveis, mas pouco para o principal meio de transporte da maioria expressiva da população brasileira, que é o sistema público”, afirmou o presidente do Consórcio, Orlando Morando.

A autorização foi viabilizada graças ao trabalho que vem sido realizado nos últimos meses pelo escritório da entidade regional Brasília, conforme ressaltou o secretário executivo Fabio Palacio. “Depois de quase cinco anos conseguimos destravar os recursos que haviam sido anunciados para os projetos em benefício da mobilidade da nossa região, afirmou.

O CCO irá controlar o trânsito em quatro corredores regionais definidos como prioritários, priorizando o transporte coletivo, com parte do Plano Regional de Mobilidade do ABC. Atualmente, estão sendo desenvolvidos pelo Consórcio, a partir de recursos federais, 21 projetos funcionais e básicos de engenharia para a requalificação de corredores preferenciais para transporte coletivo, com o objetivo de melhorar a fluidez e desafogar gargalos do transporte público.

O projeto do CCO será apresentado até o fim do ano à União Europeia (UE), como parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC), desenvolvido pelo bloco europeu, informou Palacio. “Nosso objetivo é apresentar um projeto executivo muito bem desenhado e estruturado aos investidores internacionais e, com isso, buscar recursos de fora do País para viabilizar nossa proposta”, afirmou.

Tags

GT MOBILIDADE