Notícias

Grande ABC terá 40 vagas para transgêneros na universidade federal por meio do Sisu

Aumento da inserção da população LGBT no meio acadêmico e no mercado de trabalho é demanda do Consórcio Intermunicipal Grande ABC

13/01/2020

A Universidade Federal do ABC (UFABC) destinará, neste ano, 40 vagas exclusivas nos cursos de graduação para estudantes autodeclarados transgêneros. As vagas serão preenchidas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O aumento da inserção da população LGBT no meio acadêmico e no mercado de trabalho é uma demanda antiga do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, ressalta o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) LGTB da entidade regional, Vitor Lopes.

“É uma vitória para nossa região poder contar com vagas exclusivas para estudantes transgêneros em uma universidade do porte da UFABC. Num momento em que notamos retrocesso em políticas públicas, esta iniciativa possibilita a inclusão deste segmento da população LBGT no meio acadêmico e, posteriormente, no mercado de trabalho”, afirma o coordenador do GT.

Das 40 vagas, metade é destinada a candidatos na modalidade pessoas transgêneras, independentemente de renda familiar. As outras 20 vagas são para estudantes que se enquadram na modalidade pessoas transgêneras em situação de vulnerabilidade econômica.

As inscrições para o Sisu poderão ser feitas de 21 a 24 de janeiro de 2020. Para concorrer às vagas para pessoas autodeclaradas transgêneras nos cursos de graduação da UFABC, os candidatos devem optar por um bacharelado interdisciplinar (em Ciência e Tecnologia ou em Ciências e Humanidades) ou uma licenciatura interdisciplinar (em Ciências Naturais e Exatas ou em Ciências Humanas).

“A iniciativa tem total apoio do Consórcio ABC, que preza pela aproximação com as universidades da região, inclusão social e fortalecimento do corpo acadêmico”, afirmou o secretário-executivo do órgão intermunicipal, Edgard Brandão.

Crédito da foto: Aline Veridiano/UFABC

Tags

GT LGBT