Luiz Marinho é o novo presidente do Consórcio - Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Notícias

Luiz Marinho é o novo presidente do Consórcio

Lauro Michels assume a vice-presidência da gestão 2016, que terá como desafios a continuidade dos projetos regionais e a articulação metropolitana

11/01/2016

O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, teve seu nome confirmado para a presidência do Consórcio Intermunicipal Grande ABC na gestão 2016, tendo como vice-presidente o prefeito de Diadema, Lauro Michels. O anúncio ocorreu durante a 70ª Assembleia Geral da entidade, realizada na manhã de hoje (11), referendando indicação ocorrida na eleição passada, uma vez que Marinho é o único Chefe do Executivo que não poderá candidatar-se à reeleição nas eleições municipais deste ano.

Marinho assume o comando do Consórcio pela terceira vez, após já ter exercido o cargo em 2013 e 2014. O prefeito agradeceu a confiança e apoio unânimes demonstrados pelos colegas para que cumpra mais um mandato.  Entre os desafios para a nova gestão está a continuidade dos projetos definidos no Plano Plurianual Regional Participativo 2014 – 2017, que apontou 63 ações prioritárias, das quais 26 foram iniciadas. Outro destaque será o papel que o Consórcio vem assumindo na governança metropolitana e a importância da figura dos consórcios públicos nas articulações que dizem respeito à Região Metropolitana de São Paulo.

O atual presidente e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, fez um retrospecto de 2015, ano que considerou bastante positivo para a instituição. “Avançamos muito, como nos projetos de Mobilidade e de Macro e Microdrenagem, ações que devem ser continuadas na próxima gestão”, lembrou o prefeito.

Drenagem

A versão preliminar do Plano Regional de Macro e Microdrenagem foi apresentada no encontro mensal de prefeitos antes da eleição, durante a 16ª Reunião Extraordinária. Segundo o coordenador do Comitê de Programa Drenagem Urbana, Flavio Casarini, o estudo regional, com previsão de conclusão até março, acompanha a necessidade da região, de trabalhar as bacias e suas subdivisões, atendendo as áreas mais prejudicadas. “Vamos consolidar de maneira única o Plano Diretor de Drenagem e Mapa de Pontos Críticos de Inundação, respeitando as características de cada cidade”, disse.

O prefeito Gabriel Maranhão avaliou que o Plano é importante para organizar os esforços dos municípios no combate às enchentes durante os próximos 20 anos. “O projeto trabalha a identificação dos pontos de alagamento, principalmente nas regiões fronteiriças entre os municípios do ABC. O documento também propõe soluções para essas situações, inclusive identificando as obras prioritárias, que impactam diretamente na vida da população”, afirmou.

Travessia Segura e Dengue

A Reunião Extraordinária teve ainda como pauta o balanço da Campanha Travessia Segura, de conscientização de motoristas e pedestres sobre a importância do respeito às faixas de travessia. A campanha terá continuidade em 2016, com foco em ações nas escolas.

Também a Campanha Regional de Combate ao Mosquito da Dengue teve seu balanço divulgado. Iniciada com plano de mídia externa e redes sociais em dezembro, a campanha deve ser ampliada neste semestre, atingindo tv aberta, rádios e jornais, além das ações conjuntas das prefeituras nas áreas de divisas. A primeira atividade regional do ano foi anunciada pelos prefeitos para o dia 30 de janeiro, a partir das 9h, na chamada “tríplice fronteira”, como é chamada a área que compreende os limites entre São Bernardo do Campo (Rudge Ramos, Vila Vivaldi), Santo André (Vila Palmares, Sacadura Cabral) e São Caetano do Sul (bairros Mauá e Santa Maria).

Prestação de contas

O Secretario Executivo do Consórcio, Luis Paulo Bresciani, fez um balanço da Gestão 2015, apresentando as ações já realizadas ou em andamento nos 11 programas definidos pelo PPA Regional Participativo. Entre os destaques foram citados os novos projetos do PAC Mobilidade no ABC, os planos regionais de Drenagem, Resíduos Sólidos, Redução de Riscos, Educação e Cultura, além do início das atividades do Centro Regional de Formação em Segurança Urbana, das ações relativas ao Desenvolvimento Econômico e Turismo Industrial, incluindo o estudo sobre a cadeia de Defesa, e as ações sociais e afirmativas, nas áreas de violência doméstica, gênero e igualdade racial.

“Das 63 ações do plano, temos 26 iniciadas e em curso. O desafio do ponto de vista do planejamento é ampliar o máximo de iniciativas possíveis, além de avançar em temas como a Atenção à Pessoa Idosa, a Assistência à Criança e ao Adolescente e estudos de integração regional na área de Mobilidade”, adiantou Bresciani.

Tarifas

Na assembleia mensal os prefeitos tornaram pública sua decisão sobre o reajuste das tarifas de transporte coletivo, que vem sendo tomada de forma autônoma pelas sete prefeituras da região, levando em conta as peculiaridades de cada município. Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema e Mauá definiram acompanhar o reajuste da Capital (R$ 3,80) e os municípios de São Caetano do Sul, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra decidiram não reajustar as tarifas neste momento.

Pauta incluiu apresentação preliminar do Plano Regional de Macro e Microdrenagem

 

Tags

ASSEMBLEIA GERAL


Galeria