Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Quarta-feira, 24 de abril de 2024 Telefone (11) 4435-3555

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta das 8:00 às 17:00 Horas

logo
Quar
24/04
Parcialmente Nublado
Máx 31 °C
Min 20 °C
Índice UV
7.0
Quin
25/04
Chuvas Isoladas
Máx 24 °C
Min 20 °C
Índice UV
7.0
Sext
26/04
Parcialmente Nublado
Máx 28 °C
Min 17 °C
Índice UV
7.0
Sáb
27/04
Parcialmente Nublado
Máx 31 °C
Min 21 °C
Índice UV
7.0

Obras - Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2016

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Consórcio prepara ação contra o mosquito da dengue na divisa de Santo André, São Bernardo e São Caetano

Organização da Campanha Regional realizou reunião ampliada na sede da entidade para mobilização da sociedade


Consórcio prepara ação contra o mosquito da dengue na divisa de Santo André, São Bernardo e São Caetano

Representantes de diversos segmentos da sociedade civil e Grupos de Trabalho do Consórcio Intermunicipal Grande ABC se reuniram hoje (7), na sede da entidade, para tratar das estratégias da Campanha Regional de Combate ao Mosquito da Dengue. Foram definidas ações mensais de impacto nas divisas das sete cidades até abril, paralelamente às atividades que cada prefeitura fará nos municípios.

A primeira ação nas divisas acontecerá até o final de janeiro na “tríplice fronteira”, como é chamada a área que compreende os limites entre São Bernardo do Campo (Rudge Ramos, Vila Vivaldi), Santo André (Vila Palmares, Sacadura Cabral) e São Caetano do Sul (bairro Mauá, Santa Maria). A data será definida e anunciada na assembleia de prefeitos marcada para segunda-feira (11).

Participaram do encontro de hoje representantes do GT Saúde, que coordena a organização da campanha, e dos GTs Defesa Civil e Segurança Pública. Também estiveram presentes, equipes técnicas da Saúde dos municípios, Corpo de Bombeiros, Guardas Civis Municipais e União dos Escoteiros do Brasil/SP. “Temos que envolver todos os atores sociais para que as ações cheguem ao maior número de pessoas possível. O trabalho antecipado é fundamental para combater a dengue, zika vírus e febre chikungunya”, ressaltou o Diretor de Programas e Projetos do Consórcio, Hamilton Lacerda.

Para o coordenador do GT Saúde e secretário da pasta em Santo André, Homero Nepomuceno Duarte, a ampliação da campanha com o envolvimento de diferentes setores da sociedade é uma meta para o sucesso no combate ao mosquito Aedes aegypti. “Não pode ser uma ação só da área da Saúde, isso é insuficiente para dar conta dessa mudança de comportamento que temos que promover junto à população”.

O coordenador do GT destacou o levantamento feito pela Secretaria de Saúde de Santo André, que vem sendo apontado como parâmetro para os demais municípios da região, indicando que 43% dos criadouros do mosquito estão vasos e jardins, enquanto outros 32% em materiais inservíveis, como garrafas pet e tampas de refrigerantes. Outros 13% dos criadouros estão em recipientes não removíveis, como caixas d’água; enquanto 7% se concentram em telhados e coberturas e 5% acumulados em materiais de construção.

A secretária de Saúde de São Bernardo do Campo, Odete Gialdi, lembrou que a partir da entrada do zika vírus e da descoberta de que ele é responsável por uma mutação que causa microcefalia, o país percebeu a gravidade da situação. “O enfrentamento tem que ser diário e com a participação da sociedade civil”, disse.

O primeiro ato do Consórcio para o combate regional ao mosquito ocorreu em  setembro do ano passado, na Praça Bom Jesus de Piraporinha, em Diadema. Na assembleia de dezembro foi lançada oficialmente pelos prefeitos a campanha regional, incluindo ações publicitárias com grafiteiros realizando intervenções em outdoors que se transformaram em vídeo divulgado nas redes sociais, além de posts diários de conscientização no Facebook do Consórcio.

Além da ação nas divisas no final de janeiro, haverá outra atividade regional de impacto em fevereiro, com equipes nas ruas, materiais educativos e lúdicos, personagens fantasiados e participação de entidades. As equipes percorrerão casas, comércios e feiras livres da região escolhida, conscientizando a população. Em março, a ação coincidirá com o “Dia D” de combate à dengue,  organizado pelo Ministério da Saúde. Já em abril está previsto novo ato regional.

Na semana que vem também deve ser divulgado um boletim conjunto dos municípios, com os dados da primeira semana epidemiológica do ano (de 1 a 7 de janeiro), através da Sala de Situação criada em dezembro pelo GT Saúde do Consórcio para monitoramento dos casos.

 

Abaixo o número de casos de dengue contabilizados no ABC em 2015:

Municípios

Casos autóctones (2015)

Santo André

1.377

São Bernardo do Campo

2.829

São Caetano do Sul

341

Diadema

2.312

Mauá

523

Ribeirão Pires

21

Rio Grande da Serra

0

Total

7.403

Fonte: Dados dos municípios.

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

440 Visualizações

Voltar para a listagem de notícias

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

HORÁRIO DE ATENDIMENTO:

De Segunda a Sexta das 8:00 às 17:00 Horas

SIGA NAS REDES SOCIAIS

FacebookInstagramTwitterYouTubeLinkedIn

CONTATO

Av. Ramiro Colleoni, 5
Centro
Santo André - SP
CEP: 09040-160
Telefone: (11) 4435-3555
E-mail: contato@consorcioabc.sp.gov.br

Ver Localização

Versão do sistema: 2.0.0 - 18/04/2024

Portal atualizado em: 24/04/2024 12:23:14

Consórcio Intermunicipal Grande ABC - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.